segunda-feira, setembro 26, 2016

Pelos caminhos de Portugal...


Largo dos Avieiros/Escapourim


 Escaroupim é uma típica aldeia piscatória, formada em meados dos anos 30 por pescadores oriunda da Praia da Vieira (Marinha Grande), que sazonalmente vinham ao Tejo fazer as campanhas de pesca de inverno, sobretudo o sável, procurando no Tejo o sustento das suas numerosas famílias, num Tejo rico em pescado, regressando à Praia da Vieira no verão. Muitos destes pescadores foram ficando pelas margens do Tejo, deixando de ir à sua Praia da Vieira, e assim formaram pequenas povoações piscatórias ao longo do rio. Nestas povoações as habitações são feitas em madeira, pintadas de cores vivas e assentes em estacaria, de modo a estarem protegidas das frequentes cheias do rio. A particularidade das casas é extensiva aos seus barcos de pescas, também em madeira e pintados de cores vivas.






















sábado, setembro 24, 2016

Pelos caminhos de Portugal...



A Câmara Municipal criou um museu - Casa Típica Avieira - cuja origem resulta das recolhas efetuadas pela autarquia junto da população local, com o intuito de preservar a memória colectiva destes pescadores que um dia deixaram Vieira de Leira e se fixaram nas margens do Tejo.


A Casa Típica Avieira (um espaço criado pela autarquia, para preservar a memória colectiva destes pescadores) é pequena, em madeira, pintada de cores vivas e construída sobre estacas para protecção contra as cheias frequentes do rio.
No interior destacam-se três espaços: a cozinha onde o elemento que mais se realça é a lareira ladeada por tijolos e cheia com terra batida, a mesa das refeições e várias prateleiras completam esta divisão.
A sala é a outra divisão onde estão dois baús para guardar roupa. Neste espaço um manequim enverga o trajes típico avieiro. A última divisão apresenta dois quartos de pequenas dimensões com camas de ferro. Por cima dos quartos, uma última divisão serve de sótão para guardarem os materiais de pesca.

(Fonte: CM Salvaterra de Magos)
















segunda-feira, setembro 19, 2016

sexta-feira, setembro 16, 2016

Pelos caminhos de Portugal...



OS "PASSEIOS DE NATUREZA RIO-A-DENTRO" ( Escapourim /Salvaterra de Magos) dão a descobrir algo que não se pode observar em muitos lugares do mundo.

Um composto único de natureza: rio, canais secundários, ilhas, recantos mágicos, lugares únicos, árvores e plantas sem fim, aves das mais diversas espécies e cavalos nas ilhas e praias.

Fazem-se sem pressas, sem stress, ziguezagueando por entre ilhas, ilhotas e bancos de areia, vendo bem de perto a fauna e flora, tudo calmamente. Afinal, temos 2h30, tempo suficiente para fazer um passeio e descobrir o Rio Tejo. Tudo isto, sempre rodeados de conforto e de natureza.















Valada 




Ninhos de andorinhas



Ao longe, a verde e vermelho casas típicas avieiras.







Cavalos lusitanos


Cavalos lusitanos





Junquilhos aquáticos






Miradouro da "Aldeia Avieira" da Palhota,  







Mona Lisa " Animada"

ShareThis